#BOX DE SÉRIES# | "Versailles" (2015–hoje) | #5

in pt •  2 months ago

Mais uma sexta-feira fria. Não há nada melhor que um excelente seriado e uma coberta quentinha, não é verdade? Por isso, segue aqui mais uma contribuição ao Projeto Box de Séries, iniciativa do @Wiseagent.

Capa
pipoca gr

Para esse fim de semana julino e invernal, te recomento essa séria que está super disponível na Netflix. Seu nome é simples assim, Versailles. Com nota 8.0 junto ao IMDb, a série trata basicamente da construção do Palácio de Versalhes. Esse seriado é uma produção Francesa, em parceira com Canadá, EUA e Reino Unido. Exibida inicialmente no Canal+, estreando no dia 16 de novembro de 2015, na França.

Considerada uma ficção histórica e drama biográfico, posso dizer que é um prato cheio aos que gostam de seriado histórico com um emaranhado de coisa que necessite de resolução. Cada episódio percorre anos da história do governo de Luís XIV, que foi tudo, menos curto. Ao começar a assistir, em seus primeiros minutos de episódio, temos vemos Luís XIV assumir oficialmente o governo de seu reinado, após a morte de sua mãe.

milho

Luís XIV de França, nasceu em Saint-Germain-en-Laye, em 5 de setembro de 1638 e morreu quatro dias antes de completar 77 anos, em Versalhes, no dia 1 de setembro de 1715. Seu reinado começa quando tem 5 anos de idade, com a morte de seu pai, Luís XIII. Sua mãe, Ana de Áustria, assume como regente da França. Essa etapa da vida de Luís XIV não é retratada diretamente na série, exceto em sonhos, pensamentos ou devaneios entre os personagens.

milho
política
milho
Imagens: Divulgação/IMDb

“L'état c'est moi”

Com três temporadas de 10 episódios cada uma, essa série tem de tudo um pouco. Impossível alguém se dizer entediado ao assisti-la. A não ser que deteste história da monarquia francesa. Sendo assim, tudo bem. Entre os primeiros episódio já sentimos o tom da narrativa, ao envolver a relação entre Luís XIV e seu irmão dois anos mais novo, Filipe I, Duque de Orleães.

Maria Teresa de Áustria, rainha consorte dos reinos da França e Navarra, esposa de Luís está grávida. Esse foi o motivo, no enredo, para fazer Luís decidir ficar em Versalhes, negando-se em voltar a Paris, consequentemente obrigando toda a corte a permanecer com ele no interior. Assim, aos poucos essa representação ficcional, permeada com inúmeros elementos históricos constrói, com a ajuda de nosso imaginário, as bases que tornarão Luís XIV o próprio Estado. Você poderá assistir Luís XIV pronunciando a célebre frase, "L'état c'est moi", no caso "I am the State" (porque a série foi gravada em inglês) que significa, o Estado sou eu.

Traição, Amores e Sexualidade

Nesse momento Versalhes ainda não tinha o monumento arquitetônico, que esbanjava ostentação a todo o resto da Europa, que viria a se tornar. Assim, a série permeia inúmeros aspectos históricos desde as amantes, de Luís até temas da colonização em África, passando pelas disputas entre cristãos católicos e protestantes.

pipoca pq
amores
pipoca pq
Imagens: Divulgação/IMDb

Vale lembrar que toda reconstrução fílmica de audiovisual, quando se coloca a reconstruir o passado se mescla com o presente de sua produção. Isso ocorre por inúmeros motivos, seja consciente ou inconscientemente. Mas mercadologicamente falando, qualquer produto televisionado, cujo objetivo é agradar ao grande público, terá que dialogar com os princípios que regem essa audiência à qual será exibida.

Assim, encontraremos fortes influências de questões que estão em pauta hoje, mas que não discutidas da mesma forma durante os séculos XVII e XVIII, como questões raciais, feministas, orientação sexual, identidades de gênero, consumo de drogas, pós-colonialismo e até mesmo representatividade democrática.

pipoca pq
familia
pipoca pq
Imagens: Divulgação/IMDb

Esse seriado pode ser assistido pela família toda, contando que você esteja disposto ou disposta a explicar aos pequeninos sobre esses assuntos listados acima. Pois eles estarão na trama de forma bem evidente.

Fortemente recomento que você vá pra Netflix e adicione as duas primeiras temporadas (já disponíveis lá) em "Minha Lista" para assistir na primeira oportunidade. Estou certo que não se arrependerá.

pipoca gr
todo o elenco
pipoca pq
Imagens: Divulgação/IMDb

[+] Box De Séries?

Doctor Who (1963-hoje) | 1#
Trollhunters (2016-2018) | 2#
The Good Place (2016–hoje) | 3#
Deuses Americanos (2017–hoje) | 4#

Agradeço sua dedicação na leitura.
Te desejo uma excelente semana e volte quando quiser!

Assinatura Leo

Conheça o Projeto Brazilians Power | @Brazilians | site BraziliansNow.tk
banner Brazilians

Conheça a curadoria @msp-brasil!
Banner assinatura @msp-brasil.png

Entre em nosso grupo no Discord!


Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Boa, @leodelara! Ainda não havia ouvido falar deste, mas já vou adicionar na minha lista também para conferir em seguida, obrigado por compartilhar ;)

·

Imagino que vai gostar muito. Eu to louco pra ver a terceira temporada já!

Parabéns, seu post foi selecionado pelo projeto Brazilian Power, cuja meta é incentivar a criação de mais conteúdo de qualidade, conectando a comunidade brasileira e melhorando as recompensas no Steemit. Obrigado!

footer-comentarios-2.jpg

·

Muito obrigado!

Sigo fielmente. Aqui passa em tv aberta, na estatal e já estou vendo a 3a temporada. Deliciosa! Também a recomendo! É uma produção fantástica só não gosto da abertura o resto é um primor! bjux e obrigada por compartilhar

·

Eu até gosto da abertura (no quesito estético), mas acho que ela não combina com a série. Parece que pensaram a abertura muito contemporânea e não casa com a proposta da série. To curioso pra saber o que o @wiseagent achou deste post.
Obrigado pelo comentário @tmarisco. Abraços!

Essa aí eu consegui assistir - com muito custo, haha! - a primeira temporada, mas... Apesar de ser um projeto muito bem produzido em qualidades técnicas, realmente não é meu estilo de série porque não vejo arcos muito instigantes nela (sem contar o período de época retratado, que também não acho interessante).

·

Como assim???!?! É um período fascinante. Mas como eu disse, é compreensível.