Gigantes da Indústria | Capítulo 3: Andrew Carnegie

in pt •  3 months ago

Scott mentor de Andrew Carnegie agora estava morto, ele morreu falido, derrotado e humilhado por Rockefeller. A perda representa um enorme golpe para Carnegie, sem Scott ele não seria nada! 34 anos atrás, Aos 12 anos, Carnegie começa a trabalhar para uma companhia ferroviária local em Pittsburgh, lá ele conhece o presidente da empresa Scott.

Scott se afeiçoa pelo e jovem e logo o contrata como seu assistente pessoal, Carnegie com 12 anos já era o homem de sua casa, responsável pela sobrevivência de todos que ali morava.

Scott percebe o potencial e inteligência de Carnegie muito cedo e começa a cultivar o que ele tem de melhor, Scott promove Carnegie muito rápido na empresa, com 24 anos de idade Carnegie foi promovido a Diretor da companhia, Scott o respeitava e confiava nele mais que qualquer outra pessoa.

Scott antes de falecer tinha passado uma missão para Carnegie, construir a maior ponte dos Estados Unidos, o problema é que Carnegie não tem ideia de como construí-la. A ponte conectaria o Leste e Oeste de uma maneira que ninguém nunca viu antes.

Na época, a cada 4 pontes construídas, 3 desmoronaram, Carnegie sabe que não existe sucesso sem riscos, ele investiu tudo que tinha neste projeto, Carnegie tinha paciência, perseverança, mesmo quando todos diziam que a ideia era impossível de ser realizada.

O material que era usado nas pontes na época não tinha força suficiente para suportar a estrutura de uma ponte desse porte. O aço e o material mais forte já feito, criado a partir da mistura entre ferro e carbono a mais de mil graus célsius, o problema é que o aço é extremamente caro, por esse motivo ele só era usado para produzir itens pequenos, facas, garfos e joias.

Para completar a ponte, ele precisa de uma maneira para produzir uma quantidade maciça de aço, conheceu muitos químicos e fábricas de aço, sempre perguntava como o aço era feito em todas elas. Um inventor Inglês, criou um dispositivo que reduzia o tempo de produção de um simples trilhos de duas semanas para 15 minutos.

Carnegie entende o valor da nova tecnologia e começa adaptá-la, com aço disponível, Carnegie consegue começar a construção, aos 33 anos de idade ele é encubado para realizar o impossível em 1873, construir a primeira ponte de aço conectando a América.

1.png

Mas a decisão de Carnegie em usar aço se mostrou cara é ele já está 2 anos atrasados, e os custos estão aumentando! Sem dinheiro Carnegie e obrigado a interromper a construção, seu sonho se tornou um pesadelo, mas ele não vai desistir sem lutar!

Carnegie fez um apelo para conseguir investidores e continuar com a construção da ponte, ele acredita que o aço e o futuro. Finalmente apos 4 anos a ponte e concluída! Os resultados são épicos, mas Carnegie agora enfrenta um novo problema, convencer a população que a ponte é segura e que ela não iria cair.

Ninguém jamais tinha visto algo como esta ponte antes, uma superstição da época dizia que um elefante não cruza uma estrutura instável, no dia que a ponte foi inaugurada, Carnegie que também era um excelente publicitário, organizou uma passeata até a ponte liderada por um Elefante.

3.png

Após isso Carnegie começa a receber pedidos de seu aço, mais do que ele pode fornecer, e seu maior cliente é uma indústria que ele conhece bem, as ferrovias de trem querem substituir suas pontes e trilhos por aço, mas ele não pode fornecer quantidade suficiente para atender todos os seus clientes.

Ele precisa aumentar sua capacidade, ele recorre ao seu antigo mentor Scott, com sua ajuda ele consegue arrecadar o equivalente a 21 milhões de dólares nos dias de hoje. Então constrói sua primeira fábrica de aço.

A fábrica de aço de Carnegie e a maior da nação, ele escolheu investir onde poucos empreendedores queriam se arriscar, ela tem capacidade de produzir 225 toneladas de aço por dia, suficiente para suprir toda a nação e construir para si uma fortuna.

Mas após anos de investimentos maciços as ferrovias lutam para continuarem lucrativas, não existia tráfego para sustentá las, com as ferrovias necessitando imediatamente de cargas, J Rockefeller vê uma oportunidade e negociar melhores taxas de entrega para seu petróleo, mas as empresas logo percebem que seus negócios não sobreviveram e voltaram atrás em suas palavras levando Rockefeller desistir de transportar seu petróleo de trem.

Scott tenta se adaptar, mais não consegue sobreviver sem o petróleo de Rockefeller, seu negócio e instinto e Scott nunca mais se recupera. Carnegie perdia o seu mentor, o homem que para ele representava mais que qualquer coisa no mundo.

Para Carnegie um só homem era culpado por seu mentor estar no túmulo, e agora Carnegie quer vingança. O aço estava transformando a paisagem de uma forma nunca imaginada, linhas de trem ligando lares de costa a costa, mais quando o crescimento parecia inabalável, a indústria ferroviária rui, entram em uma recessão jamais vista.

Carnegie está prestes a perder tudo, sem as ferrovias ele perde seu mercado para o aço, e ele culpa seu grande rival Rockefeller, a procura de um novo mercado, ele nota uma nova tendência com qual pode ganhar dinheiro, uma onda migratória surge a busca de emprego e novos edifícios são erguidos o mais rápido possível para acomodar essas pessoas nas cidades de Chicago e Nova York.

Carnegie começa a ver que o futuro não está em ferrovias, mas sim em aços estruturais, vigas e vergalhões, mas uma vez ele estava a frente de seu tempo. O primeiro arranha-céu do mundo foi construído em Chicago com aço de Carnegie, nos anos seguintes, mais de 100 mil edifícios são construídos só em Chicago.

Agora a América estava crescendo verticalmente com o aço, ali surgia a América moderna, a explosão de arranha-céus, fazia de Carnegie um dos homens mais ricos de América, mais para ele não era suficiente, 1885 o homem mais rico dos Estados Unidos, Rockefeller, a fortuna pessoal de Rockefeller era 7 vezes maior que de Carnegie, um feito que Rockefeller conseguiu com crueldade, ele acreditava que para vingar o seu mentor, precisa tomar a posição como homem mais poderoso da América.

Para isto ele precisaria de alguém ainda mais implacável que o seu rival, e Carnegie conhece o homem perfeito para o trabalho. Henry Clay Frick, construiu sua (fortuna) sozinho ficando milionário aos 30 anos de idade, ele é um dos maiores fornecedores de carvão do meio oeste.

Frick e um homem de negócios impiedoso, ele tem a fama de conseguir o que quer, por qualquer meio necessário. Contratar Frick, dara Carnegie a crueldade de que ele precisa. A primeira missão de Frick sanar a fábrica de Carnegie, ele acredita que Frick irá usar sua hostilidade para cortar custos e aumentar lucros de sua fábrica.

No final contratar Frick pode ter sido a pior decisão da carreira de Carnegie. O império de aço de Carnegie cresce em uma velocidade incrível, em apenas 2 anos os lucros dobram, aumentando a produção, Carnegie e Frick usam os lucros para comprar fábricas concorrentes em Ohio e Pensilvânia.

A fortuna pessoal de Carnegie está aumentando vertiginosamente, seu patrimônio líquido soma agora quase 3.5 bilhões de dólares em valores atuais. A decisão de contratar Frick parece ter sido um golpe de mestre.

ATravés de intimidação e do medo, Frick renegociou contratos favoráveis com os fornecedores eliminando gastos desnecessários enquanto aumentavam a produção.

Rumo a última década do século a fábrica de Carnegie está mais lucrativa do que nunca, Carnegie como uma forma de recompensar Frick o nomeia como presidente de sua fábrica, Frick agora e o segundo homem mais poderoso da indústria do aço.

Frick compra terras no leste de Pittsburgh, nelas constrói um clube South Fork exclusivo para os homens mais ricos do mundo ao lado de um enorme lago artificial que podem pescar. Para criar o centro recreativo o clube assume controle da represa que comporta mais de 20 bilhões de litros de água, a maior represa desse tipo no mundo, a poucos quilômetros abaixo está a cidade Johnstown.

Uma cidade de operários da indústria de aço e suas famílias, que vivem uma ameaça das comportas se romper com as próximas chuvas, as autoridades imploram a Flick para reforçar a represa, mais ele ignora seus pedidos imediatamente.

Flick ainda ordena aos seus funcionários que abaixem a barragem para que sua carruagem possa passar pela represa com mais facilidade, enfraquecendo a barragem da represa.

Johnstown, 1889, uma forte chuva se inicia, o nível da represa começa a subir 3 centímetros a cada 10 minutos, imediatamente enviam uma mensagem telegrafada para cidade, a mensagem dizia para evacuar a cidade e avisar para seus moradores se preparem imediatamente, mas os telegrafistas já havia recebido esse aviso inúmeras vezes e ignoram completamente.

continua no próximo post.


Conheça o projeto Brazilians Power | @Brazilians | site BraziliansNow.tk steembr.com
footer-braziliansedit.png


steembr

Authors get paid when people like you upvote their post.
If you enjoyed what you read here, create your account today and start earning FREE STEEM!
Sort Order:  

Muito interessante. Vou ler os posts anteriores. Parabéns!

ptgram power

·

Obrigado @ronaldoavelino! ira gostar dos anteriores, daqui a pouco posto a continuação desse.